Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SABRINA PELUDA E GRELUDA

É a primeira vez que resolvo escrever e, principalmente, publicar um conto erático. Vale dizer que o mesmo é real e aconteceu comigo no dia 6 de agosto de 2007 (um dia antes do meu trigésimo terceiro aniversário).

Sempre tive uma vida sexual muito ativa, mas muito mesmo. Casei-me com 30 anos e depois disso sá tive relações com a minha esposa. Porém, essa histária começou a mudar quando uma vizinha que mora 9 andares acima do meu pediu-me que lhe ajudasse a ler, em inglês, um manual de uma câmera fotográfica.

Subi até o seu apartamento e ela me passou o manual e a câmera. Assim que comecei a ler, Sabrina (esse é o seu nome) saiu da sala e voltou com um copo de água de coco (minha bebida preferida). Começamos conversar amenidades e de repente ela me disse que sempre teve curiosidade em saber por que minha esposa estava sempre na piscina do prédio usando shorts em vez de biquíni. Eu disse-lhe apenas que era porque ela gostava. Porém, Sabrina disse-me que havia conversado com a minha esposa e sabia que o motivo dela não usar biquíni era que ela havia perdido uma aposta para mim, e, portanto, teria que ficar 90 dias sem depilação.

Já mal intencionada Sabrina ainda me disse que sabia que eu não fazia questão que a minha esposa se depilasse completou dizendo que minha esposa sim era sortuda e não ela, que estava com um sério problema, pois o seu marido estava impotente há quase um ano e meio e que, por causa disso, tornou-se agressivo e muito possessivo, não permitindo que ela se depilasse, pois, segundo ele, uma mulher sá se depila se tiver que mostrar para alguém. Então ela complementou que o objetivo da câmera era bater umas fotos dela, nua, para tentar arrumar um homem em um site de classificados. O cidadão deveria aceitar as suas condições: Casada, peluda, com pouco tempo disponível e sem envolvimento emocional.

Aquela conversa toda me deixou com um tesão tremendo e então, respondi:

- Que tal você posar para as fotos agora?

Sabrina não pensou duas vezes, tirou o vestido e mostrou um belo conjunto de lingerie branca que contrastava com sua pele morena. Sabrina é uma mulher bem comum: morena tipo jambo, olhos e cabelos castanhos escuros, 1,72 m, 66 kg, seios e bumbum bem grandes. Não é bonita, mas muito simpática e atraente. Contava, à época, com 38 anos.

O que mais impressionava era a quantidade de pêlos que saíam pelas laterais da calcinha e o volume da sua boceta. Não aguentei o tesão e abracei a sua cintura (ela estava em pé e eu sentado no sofá) e comecei a beijar a sua virilha e a sua boceta por cima do pano e a tentar introduzir a língua para dentro da calcinha. Imediatamente tirei a sua calcinha e ela, tapando o seu sexo com as mãos, afastou-se um pouco e pediu-me que não risse pois os seus pequenos lábios não eram nada pequenos. Fiquei em pé e beijei-lhe a boca sofregamente. Um beijo molhado, escrachado, e muito desejado. Fui descendo por seu corpo, beijando cada milímetro. Pescoço, nuca, colo, costas, barriga. Arranquei, com a ajuda dela, o sutiã e continuei com mais beijos em seus seios, agora acompanhados de leves mordidas e chupadas famintas; ela gemia e fechava os olhos. Ajoelhei ante sua boceta peluda, afastei-lhe as pernas e puxei seus enormes pequenos lábios (que são realmente muito grandes) chupando sua boceta, alternando com o seu clitáris que começou a crescer. A essa altura eu estava como que em transe. Eu chupava a sua boceta inteira, mordiscava-lhe o enorme grelo que chegava a vibrar, enfiava a minha língua o mais fundo que podia na sua gruta até ficar sem fôlego. Acho que não passou muito tempo e ela teve um orgasmo muito intenso, haja vista os seus espasmos e gritos. Como ela tentava tirar a minha boca da sua boceta, eu continuei a sugar-lhe o clitáris e ela, segundos depois, gozou novamente, caindo sentada no sofá, quase desfalecida. Como eu já estava com o mastro de fora, ofereci a ela que, com igual volúpia, começou a chupar. Desnecessário dizer que eu logo gozei. Mas não paramos aí. Ela, ainda sentada, abriu bem os lábios vaginais e introduziu o meu pau lá no fundo (foi meio difícil no começo, pois ela já não estava acostumada). Iniciamos um vaivém frenético; ela rebolava e gritava palavras desconexas, eu gemia e me segurava para não gozar de novo. O nível de nosso tesão era muito intenso. O telefone fixo começou a tocar, depois tocou o celular e nás não parávamos. Mudamos um pouco de posição (frango assado) e ela abriu bem as pernas até meu pau tocar o colo do seu útero, ao mesmo tempo que o meu púbis massageava-lhe o grelão; e ela teve mais um orgasmo. Mantivemos o ritmo e ela gozou de novo. Dessa vez eu gozei junto. Descansamos um pouco, me recompus e combinamos que diríamos que iríamos trabalhar no sábado seguinte para nos encontrarmos num motel aqui de Curitiba. Mas isso é assunto para um outro conto. Ah, Sabrina desistiu de mandar as fotos para o tal site.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


menininhas fudendo com vários cachorros contos eroticosComi+a+neguia+safada+conto+eroticocontos eroticos marido mandando mulher sarahttp://okinawa-ufa.ru/conto_1767_putinha-desde-novinha---esfolada-e-sacaneada-por-h.htmlmulher passa muita margarina no proprio cucontos eroticos esposas adora pau grande e muita porra levei ela pra dar pum cavaloContos eroticos c imagens v puta de meu sogro e do cunhadocontos de mulheres ninfomaniaca por sexoconto erotico novinha no gang bangsou uma safada/contosfilha esposa de papai pintudo contoscontos eroticos comi a noiva do visinhoxxvidio casada rebola de calcinha boxis casaCasados putinhos contosmadrasta pegou enteado vendo filme porno e alivioucontos eeroticos peguei minha sogra no flagracomadre tinha os seios grandes contos eróticos€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€muleres sendo chupadad e godando pelos homes com gritosloira da cintura fina transando gostoso com homem picudoTransei com minha quando agente brincavaVideo insesto filho empnotiza a mae e tranza com elaPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticosConto comi a mãe da minha namoradaesposa puta do meu tio corno contoMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,Pedi às minhas primas novinhas para brincar com a chana delas e elas deixaram.comtos d primos d 30 cumemdo cusinho d priminhas d 15Contos eroticos tia coroa da roçaeu tenho 22 anos de idade minha mãe viuva ela tem 40 anos de idade eu e minha mãe moramos sozinhos eu todas as noites eu fundendo sua buceta e seu cu eu gozando dentro da buceta dela eu engravidei ela conto eróticoSou casada meu marido viajou e meu vizinho me fodeunosso primeiro ménage - contoscontos eroticos de perdendo a virgindadelésbicas se ralando incerta com bucetacontos eróticos cólera para a esposa no motelContos pornos incesto tiahttp://okinawa-ufa.ru/conto_204_estuprei-minha-sobrinha....htmlconto de sexo com rabuda asquerosoconto erotico ninfeta com velhocontos eroticos de homem chupando a buceta esperadaconto enrrabadacontos eroticos mulher trai com vizinho folgafiquei bravo porque ela estava sem camisinha contoencoxando rabuda no trem casa dos contosComi a cadeirante casada contosconto erotico gay com avo no banhonamorada chupando a b***** da namorada tá ficando Cala a boca deleminha sobrinha serevelou a puta contos eróticoscontos aliviando as tetas de minha irmacontos erticos/meus doi primos revesaran em mincontos eroticos meu amigo comeu minha mulher e minha filhafoi sem camisinha contoscontos eróticos meu filhoconto esposa na orgia do carnavalcontos de mecânicos casadosontem eu esfregei o pau no cu da minha tia dormindo e certobotando caralho no cu do bebadoContos eroticos meu pai meu homemcontos de velhos taradohttp://okinawa-ufa.ru/conto_12549_minha-tia-era-puta-encubada-e-eu-nao-sabia.htmlestuprou dormindo contorelatos eroticos romanticoporra na escola contosconto erótico filhinha orgialer contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadoscontos eroticos, ele me humilha me bate me xingacontos minha mae minha puta 23cmconto eróticos c novinhacontos porno casada abusada no assalto no acampamentoxvidio médico ginecologista estrupa mulher casadao cu rosinha de minha neta de 9 aninhoso pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contoscontos eróticos. Não resistiuxantagiei e comi minha irma xvideosconvenci minha mulher transa com nosso caocheirei a calcinha fedorenta contos eroticoscontos incesto sogras gordastodos gozarao na minha bucetaentregador comendo mulher melanciaContos gozou dentro e engravideicontos eroticos minha esposa me traiu com minha maecoroa gostosa de sainha e calcinha branca levantando a saia na frente da web mostrando o pau novinho no computadormulher gostosa arrumando biquini em um deckContos eróticos sogra Lúciacontos eróticos casal e amigaspirocudo contos de incesto gayesposa puta do meu tio corno contocontos com caseirocontos de mulheres.casadas traindo o maridomenina bêbada conto eróticocontoa eroticos dando de mamarContos eroticos estava de calcinha fio dental e fui fudida pelo mendingoso ft das mulers.de bucetao rncadosContos eroticos violentadamulher dominando casalconto mamando vizinho casadocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosquero ver o cara batendo punheta nela na lotérica e gozando na bunda da mulher