Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRENZINHO COM A PRIMA DA MINHA MULHER.

Minha mulher tem uma prima que é uma perdição. Chama-se Cassandra. Sua maior atração é o bumbum grande e arrebitado, realçado pela cintura fina e um belo par de seios. É uma mulher extremamente desejada. Sei disso pois, trabalho na mesma empresa que ela e tenho vários colegas que buscam a minha amizade para se aproximar dela. Morro de ciúmes. Alias, sempre senti este sentimento em relação a ela. Cansei de me masturbar pensando em Cassandra, a mulher mais cobiçada. Principalmente quando estou perto dela, nos fins de semana e no verão, no litoral, onde temos uma casa. E foi lá que toda a historia começou, ha três anos, quando fui chamÃ¥-la no quarto para sair comigo e a minha esposa, a Célia. Entrei no quarto e a danada estava sá de camisa. Ela aceitou o convite prontamente e tirou a camisa na minha frente mesmo. Ficou completamente pelada, deslumbrante. Fiquei estático na hora; não sabia se saia ou se virava a cara. Na verdade, estava hipnotizado. Não conseguia desviar o olhar daquele corpo bronzeado e marcado pelo pequeno biquíni que ela costumava usar. Um colosso! Na hora, tive uma ereção mas me contive. Para complicar meu estado, Cassandra escolheu uma tanguinha preta e a vestiu na minha frente. Era uma visão do outro mundo! Depois, colocou um vestido curto que modelava bem o corpinho provocante. Como se tudo fosse normal, sorriu para mim e disse: 'Vamos.' Naquela noite, minha a prima da minha mulher queria samba, pois faltava poucos dias para o inicio do carnaval. Prontamente atendi o pedido, levando ela e Célia a um baile. Pulamos e bebemos a valer, sempre juntos. Até o pessoal fazer um trenzinho. Logo, a Cassandra me puxou pela mão e pediu que eu agarrasse a cintura dela. Nem precisou falar duas vezes. Célia veio atrás, com uma outra colega. 0 trenzinho foi aumentando e ficando apertado. Nisso, nás três ficamos colados e eu pude sentir o primeiro contato com a bunda da Cassandra. Fiquei tão excitado que quase tive um orgasmo. 0 pau bem ali, roçando aquela maravilha. Fim de baile, fomos todos para a casa na maior curtição. Célia não parava de me beijar, percorrendo meu corpo com a mão. Cassandra não tirava o olhar da gente... Quando chegamos em casa, levamos um susto. Meus pais tinham aparecido e o jeito era dividirmos um dos dois quartos da casa. Estavamos cansados e nem um pouco animados a montar uma cama na sala. Elas foram tomar banho e eu, como sempre, fiquei por ultimo. Quando voltei, as duas já estavam deitadas, apenas de camisetas e os olhos fechados. Tirei a toalha para vestir minha samba-canção e notei que a prima me olhava de alto a baixo. Vesti a cueca rapidamente e pulei para o meio delas. Um tempinho depois, passei a alisar o bumbum de Célia. Ela virou-se para mim e me deu um beijo apaixonado, pedindo que comesse o cuzinho ali mesmo. Na hora, fiquei indeciso por causa da sua prima, mas Célia convenceu-me com o seu tesão e, aos poucos, fui invadindo-a, pois ela adorava dar a bundinha. Logo que comecei aquela deliciosa enrabação, senti a língua de Cassandra percorrer minhas costas. Sempre sem fazer barulho, Cassandra encaixou a boca na minha nuca e me chupou com vontade, prosseguindo o trenzinho do baile. Para facilitar, afastei um pouco a minha mulher para a frente. Não saberia a reação de Célia, que abafava os gritos no travesseiro, até explodir num verdadeiro trem-bala de prazer.

Passamos assim dois dias, dividindo a cama, sem que Célia desconfiasse de alguma coisa. No terceiro dia, ela teve que voltar ao trabalho. Naquela mesma noite, voltei para casa ja tarde e encontrei minha Cassandra deitada no lugar de Célia, com a camiseta levantada, deixando a mostra o delicioso bumbum.

Consegui me controlar até a hora de deitar mas, depois, comecei a ficar excitado. Fui me encostando em Cassandra até sentir o corpo dela. Nem virou o rosto e cheguei a achar que ela estava dormindo. Não ligando mais para isso, cai de boca naquele cuzinho pelo qual tanto me masturbei. Suguei o manjar por quase meia hora. Cassandra foi-se abrindo e eu forçando a passagem devagar com a língua, alisando a bocetinha. Deixei-a bem molhadinha e levantei a bunda dela com um travesseiro por baixo. Estava pronto o altar para o ritual do prazer. Passei um lubrificante, forcei meu pau um pouco e ele foi entrando lentamente. Parei um pouco para relaxar e comecei um vaivém até sentir o corpo dela estremecer duas vezes. 'Que delicia", murmurou. Quando chegou a minha vez de gozar, Cassandra me empurrou para o lado e caiu de boca para me chupar também, recebendo uma grande dose de esperma. Descansei um pouco e fiz ela dar o cuzinho novamente. Sá que, desta vez, ela ficou por cima. Num movimento de sobe e desce lento e gradual ela me fez explodir dentro de sua bunda que se encheu de porra. Ela sentindo um tesão imenso deitou-se e abriu as pernas para que eu penetrasse aquela bucetinha ansiosa por ser invadida pelo meu caralho que estava rígido como um ferro. Foi um momento maravilhoso, em poucos minutos ela começou a gozar longamente. Me chamava de tesudo, gostoso, pedindo que eu enchesse sua buceta de porra pois há muito tempo desejava isso. Foi quando eu não aguentando mais gozei intensamente inundando aquela gruta com muita porra a fazendo delirar de prazer, dizendo que queria fazer a mesma coisa com sua prima junto. Foi uma noite de muito prazer. Alias, aquela noite foi longa e sedutora. Lembro sempre daqueles momentos, por terem sido os primeiros e os mais gostosos. Outros momentos aconteceram, inclusive com sua prima junto. Foi quando descobri que havia uma relação muito mais intima entra as duas., o que contarei em outra oportunidade. Aguardem.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


ela me endinou a roçar grelo com gtelo/contoconto bebada mandei goza no cucontos sacanagem com minha sobrinhatrai meu marido na hora do futebol dos contosminha irmã me masturboupau duro na frente da tia contoscontos minha mulher vendo meu tioconto no mato espiando a filha tomar banho no riuo cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontoseroticos chantagem velhaConto os seios de minha maedesde pequena adoro ser cadelatirando as pregas do cu da joycecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sogra ajudandoxxx bunda grandeconto em familia mãeo padrasto comendo a novinha a enteada dele o padrasto metendo embolado na enteada o padrasto comendo a enteadacontos eroticos meu marido gosta de ir ao cinema porno para ve homens ecitados e me exibi em praias e escolher um para transa primeira vse com outroConto erotc gay e um abobinhacontos eroticos exibi minha mulherGay contos meu machoconto erótico -- brincando com os meninos na construçãoler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadosem casa com a filha novinha da empregada contos eroticospediu pra ver a buçeta da aniginhairmao com ciumes contos eroticossou o viadinho do trem contos eroticoscom doze anos bonitinha virei mulher esperta contos eroticoscontos eroticos confissões fAmiliaresCHANTAGEADA PELO AMIGO DO MEU FILHO CONTOvideo di sexo mulher quer tirou o donzelo do amigo dela conto erotico sou madura e orgiacontos eroticos fui mecher no pau do meu padrinho dormindo porno conto maecontos gay fivo com meu pai no interiorsogra loira novinha chupa maridos Eugêniomulhri putacontos porno rasguei o cu da mamae com ajuda do papaiporno contos traiçao mulher casadacontos eróticos mae e filho na praiacontos de sexo comi minha sogra em quanto a minha esposa tomava banhocontos de primeira vez com meu cunhadoContos eroticos/dp com a ninfetinhacontos eróticos de afilhado gahconto tia saidinhapapai descobriu contos eroticoscontos erotico de puta fudendo com velhocontos eróticos casada não resistiu e traiucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos eroticos meu sogros negao me arrombou todafotos de ciroas da boseta aregalada e u cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos vestido colado e curtoCuidado com oque deseja contos contos erótico tio decidiu enrabar sobrinho novinho gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetaContos Eroticos: Fudendo com cavalo(Verídico)contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto eroticos o molequeminha professora casada contoscontos com fotos familia praia nudismocontos perdendo a virgindade com o pedreiro e encanadorhistoria erotica 2018 nobinho que mulher casadacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos erotico comendo trans no onibusconto erotico gay estupro cadeia gang bangcontos eroticos vovô e papai me comeramritio adora meu cucontos exoticos com homem mas velhospenetrando so nas coxa da prima novinhaseduzindo a minha mae e irma conto eroticoesposa puta do meu tio corno contoConto de putinha que adora ser cadela de muitos machoscontos eroticos patrcinhas enrabadas por muitos homenso cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscasa dos contos eroticos cuzinho dormindoconto comi minha empregada na piscinaconto erótico. eu minha esposa morando perferiatirei o c******** da minha enteada CamilaContos eroticos hospitalContos eroticos comendo a busetar da irmãsinhacontos eroticos primeiro empregoconto - amor de pica doentiosapata velha greluda e ninfetaconto eroticos meu sobrinho viu minha bucetaeu quero ver anaconda chupando leite da mãeheterohumilhadozoofilia co caxorros das rolas mas grosas muducontos eroticos estrupada no onibuscontos vouyerismocontos eroticos domia ele cospi nu meu cucontos putinha galeracontos mulher casada da o cu pro cãobuceta carnuda comtos de sexoporno travesti rosadinha menininhaou porn contos mãe traindo com um negrodeixei acariciar minha Buceta sem meu marido ver contos eroticoselena senta na pica dura