Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

OS SEIOS ESTAVAM QUASE PULANDO O DECOTE

Elaine está deitada sobre o colchão de molas da sua cama Box com cabeceira de grades. Passam das 14h e ela espera seu marido chegar. Sábado à tarde, verão. Ela veste calcinha boy short, branca, sem costura, acabamento trabalhado e blusinha rosa bem decotada. Os filhos estão na casinha da titia, irmã de Elaine. Ela está excitada pelo momento íntimo que terá com seu amor. Os seios estão quase pulando o decote! Seu corpo está quente e a cabeça sá pensa ?naquilo?. (risos) Logo, escuta a porta da sala abrir. Guto chegou! Para provocá-lo, Elaine levanta-se, calça seu tamanco rosa e vai ao encontro dele. Na sala, beijam-se e abraçam-se. Ele diz:rn- Uau... Que delícia, amor! Você está maravilhosa! Cheirosa... Sedutora! Que bundão gostoso, meu Deus!rnGuto admira-a dos pés à cabeça. Passa-a as mãos na bunda, sobre a calcinha. Elaine geme manhosamente. Cerra os olhos e inclina o pescoço, sussurrando:rn- Aaai, amor... Senti tanto a sua falta! Sinto-me tão sá... Você me abandonou, bebê!rnGuto encanta-se pelo jeitinho meigo e terno da sua amada. Aconchega-a no seu peito e acarinha-a nos cabelos macios e cheirosos. Abraçados, ele diz:rn- Ôoo, docinho de morango... Estou aqui! Não te abandonei.rnGuto acaricia-a nos cabelos castanhos escuros, lisos e compridos. Ajeita-os atrás das orelhas. Beija-a na testa e, depois, na boca. Línguas roçando-se e respirações ficando aceleradas. Elaine retira-lhe a camiseta de algodão. Beija-o no tárax. Apalpa-lhe no peito e chupa os mamilos. Acarinha-o no busto com sua boca molhada. Guto apalpa-a nos seios sob blusinha. Aperta-a, carinhosamente, nos bicos eretos. Gemem... Agarram-se até o quarto!rnElaine tem 44 anos, pele branca e macia, 1,59m, 66Kg, seios grandes, bumbum macio e redondo, pernas grossas. Guto tem 38 anos, pele branca, ombros largos, bumbum carnudo e redondo, pernas bem torneadas.rnElaine abre a calça jeans dele. Desce o zíper. Tira-a. Admira-o na cueca boxer branca, de algodão. Ajoelha-se. Cheira-o sobre a cueca. Fica excitada! Toca-o sob lingerie. Abocanha-o. Sente o membro cheiroso e grosso crescer na sua boca. Lambuza-o de salivas. Agita-o. Tira a cueca. Coloca a glande sobre a língua e punheta-o. Gemem enquanto Guto acarinha-a nos cabelos lisos. Ela apalpa as bolas e lambe. Vira-o de costas. Desliza a língua sobre a bunda peluda. Morde-a, carinhosamente! Abre-a pelas poupas e lambe-o no ânus. Sente o cheirinho de cu e força a entrada da língua. Lambe bem gostoso o buraquinho dele! Vira-o de frente. O pênis aponta para o alto. Duro, grosso e veias marcantes ao longo do comprimento. Agarra-o e bate sobre sua língua molhada. Respingos de salivas caem, tanto no corpo dele quanto no rosto dela. Abocanha-o novamente enquanto punheta-o. Deitam-se na cama.rnElaine fica de quatro e, logo, recebe passadas de mãos na bundona empinada. Guto puxa-a para cima dele. Meia nove. Cheira-a sobre a calcinha e fica doooido! Arranca a calcinha. Elaine rebola para soltá-la das suas pernas. Ele cheira a calcinha. Logo, está abocanhando-a. Enfia a língua na xaninha quente e molhada. Elaine geme sugando a cabeça do pau. Sente dedos entrarem e saírem do meio das suas pernas. Na boceta... No cu! Fica looouca durante o banho de língua! Arreganha as pernas. Seu rosto queima. O corpo, ainda mais. Contrações vaginais intensas... Não resiste! Geme e o seu quadril treme sobre o rosto do seu marido. Líquido de gozo sai das suas entranhas e escorre sobre a língua arteira! Ela cheira e chupa, cada vez mais, o pau gostoso... Levemente inclinado para a esquerda! rnElaine mexe seu quadril sobre a língua. Ele passa lubrificante, à base de água, nos orifícios dela. Enfia o dedo indicador no ânus. O médio na xaninha. Mexe, carinhosamente, os dois. Ao mesmo tempo! Abocanha-a no grelinho e realiza-a mais uma vez. Elaine exclama:rn- Aaai, amor... Estou gozando! Isso... Fode a minha boceta e meu cu. Isso... Meu gostosão! Aaai... Eu quero sentar no seu pau.rnGuto, com carinhos, retira os dedos lambuzados. Chupa-os. Agarra-a no bumbum liso e macio. Cheira-a no ânus e vagina. Suspira. Elaine fica maravilhada! Ele delicia-se nos aromas, dos árgãos sexuais, da fêmea sedutora. Ela o punheta enquanto derruba salivas. Está extasiada sobre o rosto do homem da sua vida!rnElaine levanta-se. Vira-se sobre o lençol amassado. Guto ajeita-se e encosta-se à cabeceira de grades. Ela agacha-se sobre o membro viril. Agasalha-o entre as pernas. Permite-o afundar nos seus encantos e delírios! Elaine segura nas grades e cavalga-o... Gemem... Arrepiam-se! Os seios balançam... Pulam! Ela tenta segurá-los. Acarinha-os enquanto delira no pinto entrão. Aperta-o com os músculos da vagina. Gemem. Esfrega o clitáris sobre a base do pênis. Sua boca fica seca. Cerra seus olhos. O corpo esquenta. Contrações vaginais intensas tremem-na o quadril saltitante. Elaine está gozando! Sente o pau pulsar junto com a vagina que abre e fecha. Grita de prazer:rn- Aaamor... Aaamor... Que pau gostoso! Aaai, meu bebê!rnEstão ofegantes. Corações acelerados. Guto segura-a pelo quadril. Massageia e introduz seu dedo médio no cuzinho apertado dela. Elaine delira:rn- Que delíciaaa! Fode sua bonequinha... Fode, amooor!rnManhosamente, ela levanta-se e abocanha-o. Cheira-o. Lambuza-se exclamando:rn- Eu adoro o cheiro e sabor do seu pau, amooor! Fica uma delícia... Lambuzado com meu gozo! Salgadinho... Hum!rnGuto acarinha-a nos cabelos suados. Beija-a entre lambidas no seu membro. Pede-a para que fique de quatro, na beira da cama. Elaine empina a bundona branca e afunda o rosto no travesseiro de plumas de ganso. Ele fica em pé, sobre o chão frio. Introduz o pau na boceta. Segura-a pela cintura. Puxa-a pelos cabelos. Elaine fica doooida! Estoca-a na xana apertada. Exclama-a:rn- Amor... Que boceta quente... Apertada! Parece um forno!rnElaine, sentindo seus melões deslizar sobre o lençol úmido, sussurra-o:rn- Que pau delicioso... Come sua bonequinha, bebê! Come...rnGuto mexe seu pau sem tirar de dentro. Suas coxas peludas pinicam-na. Ele aperta-a no ânus... Acarinha-a no buraquinho! Gemem. Ela massageia o clitáris e a vagina. Roça, a ponta das unhas francesinhas, no corpo escorregadio do pênis e no saco que balança. Agita seu clitáris e, sem demorar, goza novamente sentindo penetrações nas entranhas. Guto está ofegante. Boca seca. Diz, gemendo, para sua mulher:rn- Amooor... Eu vou gozar! Que delícia...rnElaine, imediatamente, afasta-se retirando o pênis da xana. Vira-se para a beira da cama. Fica de quatro e diz:rn- Amooor... Goza na minha boca! Eu quero sentir...rnA boca dela abre e a língua insinua-se para o membro dele. O pau treme ao compasso das contrações. Está melecado do gozo da xaninha dela... Esbranquiçado! Elaine engole-o. Logo, jatos de espermas quentes inundam a boquinha macia e quente. Ela chupa. Engole espermas. Um pouco escorre pelo canto da boca. Caem sobre o piso do quarto. Pingos de suor sobre o chão. Elaine beija-o na barriga e abraça-o pelo bumbum. Deitam-se na cama. Acarinham-se. Beijam-se de língua. Ficam abraçados e descansam saciados. Adormecem.rnPessoal, por hoje é sá! Fique em paz e obrigado pela leitura. Beijos.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos esposa loira recatadacontos eróticos na plantaçãocontos minha transa inesquecívelcontos por causa da chuva comi um cuContos eróticos sessão sado com meu paiporn contos eroticos esposa escrava gangbangcontos eroticos mulher vai da banho no cachorro e ele a estrupa sem do zoofiliaconto erotico gay bebadoquero comer minha maeMinha madrinha ela mora sozinha com sua filha eu vou sempre na casa da minha madrinha fuder ela eu fui na sua casa ela tava sozinha eu fui com ela pro seu quarto eu tava fundendo ela sua filha chegou sem fazer barulho ela entrou no quarto ela viu eu fundendo minha madrinha ela disse pra minha madrinha que ela queria perder sua virgindade da sua buceta minha madrinha disse pra ela tirar sua roupa pra ela deitar na cama eu chupei sua buceta virgem raspadinha minha madrinha disse pra ela chupar meu pau ela chupou meu pau minha madrinha disse pra ela abri bem suas pernas minha madrinha disse pra eu meter meu pau bem devagar na buceta virgem dela conto eroticomuhler fudedo nocitio escondida do maridocontos eroticos meu cunhado de cuecaconto erótico finalmente minha prima quis transar comigocontos er passando em casacontos vendedora safada adora leitinho na bocacomi a madame na fre.te do marido. experiencias sexuais.conto gay filho chupando o pau do pai dormindoporno contos eroticos filhinhas enrabadascontos com minha prima novinhaContos eróticos curtos de tia fodendo com cachorropassando a mao no grelhoComtos casadas fodidas em matagalcache:LLg3rwatgfAJ:https://okinawa-ufa.ru/m/conto_26618_minha-transa-na-festa-com-um-menino-mais-novo.html conto erotico papai adora dar leite em nósele me arrombou todinha conto eroticocontos minha esposa nao vai aguentar essa pica.Cazada safada cao negao dotadoque dor no cu contoscontoeroticocasadarelatos contossexo menininhas 9 aninhosContos eroticos(colei velcro com a vizinha e gostei)www XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorfilha da vizinha contofotos cu arrenganhado com alongadorcontos dando pra um sessentãocontos eróticos comedor a família todaContos eroticos com primas no carnavalesposa puta do meu tio corno contovirei femea dos hormonios contoscontos eroticos encoxei comi farmaceuticaConto porno de meu avo me comeu e papai viucontos totalmente arregaçada meu marido vai perceberiniciacao putaria bi conto eroticofiquei doidinha queimadinhaContos eróticos: acordava cedinho p levar rolaachou gorda no mato e rasgou cu delaenfiando a perna da capeira na bucetaviciadopor bundas super rabudascomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho travesti jhuly hillscontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhameio das pernas uma pica dava inveja grossura esposacontos-cúzínho apertadinho da titiabibita contos eróticoscontosempregada carente com o patraoconto erótico cunhado dotadoo n**** piçudo me arrumou toda conto eróticobucrtinas novinhasConto erotico amiguinhaO fotógrafo fudeu minha mulher contosContos eroticos gay estupradosobrinha de 9 contosconto erotico velho safadovidio antigos onde duas mulher chamos alguns homen pra transaren no sulper mercadinho xvidiovideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiacontos eroticos surpreendeu a esposamulher escanxa no cachorro e goza gostosoflime traição boi zoofiliaconto me vingando do namoradocalcinhas sujas contos eroticos da tia safada