Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE UM CORNO 3 - O AMANTE DA MINHA ESPOSA

Eu e a Ana iniciamos no mundo do ménage e do exibiciosnimo no começo do namoro e nunca mais paramos. Para mim era fundamental que ela fosse safada e fizesse sexo com quem quisesse. Quanto mais o tempo passava, mais ela se soltava. Tivemos várias aventuras interessantes que vamos contar em outros relatos. Mas o que mais levou a Ana a agir de forma muito safada e se soltar completamente foi encontrar o Jorge.rnrnJá estávamos casados e a Ana trabalhava em um pequeno escritário. Ela já tinha saído com um amigo de lá, casado, que não trabalhava mais no mesmo lugar. Mas é possível que a fama dela tenha se espalhado. E quando o Jorge entrou, os dois passaram a trabalhar juntos. Ao longo dos meses, ele começou a dar em cima da Ana cada vez mais insistentemente, mesmo tendo uma namorada. No começo a Ana não tinha certeza de que ele queria algo, até que as investidas ficaram mais frequentes e claras.rnrnA Ana não consegue resistir a uma situação em que sabe que algém está a fim dela, então passou a dar bola. O clima foi esquentando e um dia ela me perguntou se, caso ele quisesse, ela poderia dar pra ele. Eu disse que sim, claro. E logo no dia seguinte, ela chegou do trabalho com o cabelo molhado e disse: "aconteceu". Contou que eles saíram do trabalho para um motel barato e foderam muito.rnrnDepois desse dia, eles começaram a sair com frequência. O fato dele estar traindo a namorada com ela deixava a Ana ainda mais excitada. Ela dizia que ele metia muito bem nela e que eles trepavam por horas. Uma vez, em casa, ela conversou com ele pela câmera do computador. Ele estava pelado e mostrando o pau duro e ela com as pernas arreganhadas, a buceta absurdamente molhada, mexendo no grelo inchado. Quando eu a vi, ela me olhou com a expressão mais tarada que eu já tinha visto, a boca aberta. Ela não disse nada, mas estava na cara que ela estava falando: "olha como eu fico com o meu macho". Nas nossas transas, ela gozava pedindo sempre mais e gritando o nome dele. Aí percebi que ela estava dominada por ele, totalmente entregue.rnrnEla começou a falar que queria que eu o conhecesse. No começo fiquei um pouco receoso, mas acabei concordando que ele viesse um dia em casa. Era uma noite de sexta e ela me anunciou que ele estava vindo. Eu estava na sala, assistindo TV, quando ele chegou. Nos cumprimentamos e eu voltei a ver TV. Eles logo começaram a se pegar, em pé mesmo. Ela transbordava tesão. Mordia os lábios dele, beijava com furor, se esfregava no corpo dele. Eu, tenso, alternava os olhos entre a TV e os dois. Numa dessas olhadas, percebi que ela havia aberto a calça dele e pegava no pau dele. Uma pica não muito comprida, mas grossa, cabeçuda e dura, que segundo ela havia feito ela gozar profundamente muitas vezes.rnrnEu achava que já havia me acostumado com as safadezas da Ana, mas ali descobri que não. Me senti muito submisso ao estar na minha sala, vendo TV como se nada estivesse acontecendo, enquanto minha mulher estava completamente excitada se esfregando num homem de pau duro que eu nunca tinha visto antes.rnrnNão demorou muito para que eles fossem para o quarto. Depois de um tempo, ela me chamou. Quando entrei no quarto, ele estava pelado na nossa cama e ela, também nua e de quatro, o chupava. Pude ver melhor o pau dele, que era bem encurvado pra cima e realmente bastante grosso. Ela sorriu e disse: "achamos que você ia gostar de ver isso. Pode participar se quiser." Eu já estava duro, sentindo um misto de tesão e humilhação. Como ela estava com a bundinha bem empinada, enfiei direto no cu dela. Pra minha surpresa, ela nem reagiu, continuou chupando. Enfiei até o fim e comecei a meter com força. Ela deu risada e disse: "nossa, isso aí não faz nada, nem cácegas". Ele riu junto com ela. Ela me falou: "pode parar, agora vou montar no meu macho". Ela subiu em cima do Jorge, encaixou o pau na buceta e, conforme ele entrava, ela soltou um suspiro profundo, como se aguardasse aquele momento há anos. "Hum, como esse pau me preenche", foi o comentário dela. E aí me dei conta que ela dava pra ele sem camisinha mesmo. Cavalgou freneticamente por alguns minutos, enquanto eu olhava de pé ao lado da cama. Ela pediu pra ele meter por cima. Ela se deitou e, enquanto ele se preparava, ela ergueu o quadril no ar e ficou mexendo a boceta arreganhada para o macho. Até ele parecia não acreditar no tamanho do tesão dela e me olhou surpreso... Acho que, como eu, nunca tinha visto uma mulher no cio daquele jeito. Ela abriu bem as pernas pra ele e falou pra mim: "pode esperar na sala".rnrnSaí como ela pediu e me resignei a ouvir do outro cômodo os gemidos. Deu pra perceber que ela logo gozou, e os gemidos longos e intensos mostraram que era um orgasmo diferente dos que ela tinha comigo. Ali ela parecia se sentir realizada. Acabei adormecendo no sofá, mas acordei de madrugada algumas vezes com mais gemidos e barulho da cama. Era uma sensação muito louca e intensa estar dormindo no sofá enquanto outro homem fazia minha mulher gozar com tesão que eu nunca tinha visto, na minha cama. Mas eu com certeza estava muito satisfeito. Na verdade, era tudo que eu queria.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


bunda redonda contoscontos safadezas com a tia casada inrrustidacasadas que postam fotos de itanhaemconto erotico a noivaContos eroticos elacareca peladacontos eróticos gay coroa indo morar inteiro conto erotico de porno gay com o policialconto erotico esposa sendo duplamente penetradacontos eroticos com frentistas gostosaspenetrando so nas coxa da prima novinhacontos minha filha olhou em dandorola na madrinha/contoFlagrei minha esposa dando para o ginecologistaPau no cu da costozacontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrocontos eroticos fui ao ginecologista ele me fudeufodwno o cu da vizinhabuceta carnuda comtos de sexoquando era pequena mamava na pica do meu tioconto meu amante me arrombousempre fui safadinha contos ler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludascontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traiCazada safada cao negao dotadocontos eroticos jornalistatravesti Juliana de primo metendocontos o pau do enteadohomem estrupa cadelinha sem estar no cio conto eróticomeu caseiro da minha chacara ele fudeu minha buceta e meu cu conto eróticoconto erótico gay com estuproconto erótico dando pra um mendingoconto de não aguentei a pica grande de meu avôminha esposa deu pra todos peões da fazenda e foi arrombada pelo cavalocontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontos eroticos a calcinha da minha sograconto erotico bunda sogra praiacontos erótico participei da tranza quando minha prima perdeu o selinho com me namoradomeu marido bebeu e convidou meu cunhado pr durmi em casa e mi comecontos eróticos fui flagrado comendo minha sograconto erótico homem castradochantagie cunhada bucetuda pr comer eladando pro vizinho maconheiro conto gayContos pornos incesto tialoira casada e filho conto erotocoBusca por contos de esposa reais, que vai para balada e deixa o marido transtornado quando ela demora no banheiro e pega ela transando no estacionamentocontos eroticos casada traidascontos eroticos da esposa greluda e o ginecologista velhocontos eroticos dei pra variosarrombando o c* de modeladascontos eróticos conacontos eroticos aventura em resendexvidioporno homen chavecando mulher pra metertrai marido com negao enorme contoscontos eróticos dopada a senhoraconto erotico dividindo o quarto com meu cunhadoNovinha de peitinho duro de video porno levando rola de 17centimetro na bucetavideos porno enfiando a mao nao buceta da egua zoofiliacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos ela gritava alto de tanto gozarcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosContos eroticos empregadasfotos chapéu ao traveco até ele gozaxvidiofodendo entisdanunca gozei tanto quanto de meu tiorelatos reais de espozas que deram o cu na marraComi a menina feia e peluda contos eroticosminha enteada pediu para fudela contoscontos eróticos sou casada mas gosto de travesticontos o pedreiro me fez mulherconto real tia se masturbando socontos de zoofilia com cavaloContos eroticos comi vizinha coroanovinha inocente chorando com dote da travestiContos eroticosnao resisti ao tamanho da pica delefrutaporno adoro as calcinha da minha maeA briga do casal contoscontos eroticos dançando com a cunhadaconto erotico gay chupando tio bebadoAmigos metem em espoza enquanto corno ve futebol contoscontos eroticos gay eu viciei e comer cu de menininhos da roçacontos eroticos policial forçacontos eróticos empregada doméstica na casa de um velho cadeirantecontos titia mando eu arromba seu cu gordobabás gostosas contosComi minha tia historia veridicaegua q gosta de da a buceta para tratadorFoto picudo estotando a bucetinha da casadacontos eroticos mulhees traindo com o amigo do maridocontos eroticosmeu irmao gêmeo esposa raspada contoscontos eroticos madura puta dos garotos caralhudoscontos eroticos comi cu cadelacontos eróticos chupando a filhinha do titiocontos eroticos o pirralho que virou meu donosou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anoscontos incesto comendo minha Irma no parque.