Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOSTOSA,NOVINHA,MOLHADINHA.

Minha primeira transa aconteceu a uns 4 anos atrás.Eu e minha família fomos convidas para um aniversário em um sítio,perto de Itu.Para mim seria uma festa normal,nem estava afim de ir,e nem sabia quem estava aniversariando.Dois dias antes minha mãe me falou que seria o aniversário de minha prima Bruna.Eu nem me lembrava dela,sá sabia que era moreninha,pequena,magrela,e bem criancinha.Estava enganado.

O anivesário de 19 anos dela seria um dia antes do meu,que completaria 19 anos.Dias iguais,festas iguais,a mesma chatura de sempre.Tive que ir do mesmo jeito.

No dia da festa,mais ou menos umas 9:00 horas da noite eu me minha família chegamos no sítio.Fui direto matar minha curiosidade sobre minha prima.Procurei ela em todo canto pra dar pelo menos um abraço de consideração.Elas estava em frente à piscina conversando com algumas amigas.Quando eu botei o olho nela quase me expantei.Ela tava completamente diferente,com formas mais ajeitadas,seios grandinhos,cochas grandes,e uma bundinha arrebitada.Eu cheguei perto dela e dei um forte abraço,sá pra matar a saudade,e ver de perto aquela gostosinha.Era tão istranho pra mim,como uma menina de 19 anos pudece ser tão gostosa?

Ela estava com um vestidinho azul claro,bem curtinho,mostrandi aquelas cochas moreninhas e lisas,sem sutiã por baixo,e acho até que estava sem calcinha.A noite no sítio era fria,fazendo os biquinhos do peito dela saltarem para fora,deixando um volume,uma ponta.Fiquei quase a festa inteira adimirando aquela beleza rara,e aquela buntinha dura.Ela não tinha seios tão grandes,mas mesmo assim tinha sua beleza.Seu rosto também era lindo,com belos olhos castanhos claros e cabelos negros.Parecia uma índia sem os olhos puxados.

A festa ia bem,contaram,deram os presentes,aplaudiram,e se despediram.Para minha sorte,a mãe dela tinha nos convidado a passar uma noite no sítio.Meus pais acharam átimo,e eu,nem acreditava.

Na madrugada estavamos assistindo filmes de todos os tipos,em várias emissoras.Sá eu e minha prima.Era uma madrugada de sábado pra domingo,e os filmes não eram tão bons assim.Nem sequer tinha um DVD.O jeito era ver os filminhos da globo mesmo.

Em um de minhas mudanças de canal, eu colquei em um filme erático do band privé.Nem sabia o que era,mas vimos a cena mesmo assim.Minha prima ficou sem graça e eu,nem se fale,meu pau parecia que ia explodir.Tentei esconder debaixo de uma almofada mas acho que ela já tinha visto.De tanta vergonha ela se despediu e foi dormir no mesmo quarto que eu dormiria.

O sono veio, e fui dormir.Ela quis dormir no chão.E eu fiquei na cama de solteiro.Ela dormia profundamente.E eu,nem pregaba os olhos,vendo ela dormindo.Tinha que fazer algo.Sorrateiramente eu escorregueri minha mão no colchonete dela, e comecei a apetara auquele peitinho.Depois me abaixei mais um pouco e levantei sua blusinha.Pequei bem na ponta dos peitinhos dela e apertei,fiquei lambendo,passando a mão,me deliciando.Depois escorreguei a mão para o shorts dela.Coloquei a mão por dentro e senti sua bucetinha peludinha entre meus dedos.Mechi a mão levemente.Até que ela começou a se mecher,e eu,mais do que depressa voltei pra minha cama e durmi.

Para mim aquele seria o maximo que conseguiria com ela,mas o dia ainda ia começar.Acordei no domingo,meu aniversário,umas 10:00 da manhã.Caminhei até a cozinha,e fui surpriendido com um abraço dado por ela mesma.Fiquei feliz,mas com a conciência meio pesada.Ela me parabenizou,e disse que nossos pais saíram juntos,para comprar meu presente e prepar a festa.Estava ás sás com ela.

Pensava que ia rolar alguma coisa.Mas não conseguia.Ficamos nás dois sentados na sala em frente à televisão.Ela então veio com uma idéia de brincadeira,para fazermos um filme de mintira.Eu iria recusar,mas,faria tudo pra agradar ela.Pegamos então uma camera que ela tinha ganhado,e ficamos zuando em frente ela.

Lembrei então do velho cine privé.Disse para ela fazer comigo uma cena semelhante,mas sá de brincadeira.Ela recusou no começo mas aceitou.Coloquei então a camera em cima da estante,de frente para o sofá.

Fiz ela sentar em meu colo com uma saia curtinha.Ela estava muito envergonhada,mais dei meu jeito pra ela ficar calma.Expliquei que seria somente um filme,nada mais.Depois falei para ela gemer à cada apertada que eu dava em sua bundinha.Tudo igual ao filme de verdade.

Ela fazia tudo direitinho,gemia,pulava,falava coisas.Meu pau ficou apertando minha cueca.Então o tirei para fora.Ela sentiu na ora e perguntou de costas para mim,u que era aquilo.Eu fui sincero e disse que era meu pau,e que ela devia aperta-lo cada vez mais.Foi um tesão.Ela nem se importou.

Levemente eu fui abaixando a saia dela junto com a calcinha.Fiz ela grudar em meu colo,e apertei seus peitinhos,ques estaba latejando.Desci tudo que ela tinha,e fiquei rossando aquela bundinha.Eu sabia que não deveria meter nela,por que ambos eramos virgens.Tentei,mas não teve jeito.Ela se mechia demais em meu colo,e meu pau estava duro feito pedra.Ela então deu uma mepurrada para trás,fazendo a cabeça do meu pau entrar no cusinho dela.

Na ora nás dois paramos.Ela ficou parada,sem açao,bem queta.Eu,fiquei esperando a reação,achava que ela viria com um tapa em minha cara.Mas não.Ela fez entrar tudo de uma vez e começou a pular,gemer e dizer para mim não tirar.

Ela adorou a nova senssação.Foi incrível sentir que estava comento ela.Eu me via segurando sua citura e forçando para baixo e para cima,bem devagar.Senti aquele cuzinho quente e apertado,depois coloquei a mão na vagina dela.Estava toda molhada e escorrendo.Fiquei masturbando ela o tempo inteiro.Como foi bom sentir aquela sinturinha magrinha,aquele peinho pontudo,aquelas coxas lisas.Tirei meu pau e tentei enfiar na vagina dela.Mas ela se recusou,disse que permaneceria virgem,e que anal era muito melhor.Meti tão forte que ela gemia como louca.Ela olhou para mim e disse que já tinha gozado,mais ainda queria mais,e estava quase lá dinovo.Quando eu senti que ia gozar,apertei o cuzinho dela bem forte,e gozei lá dentro mesmo.

Foi o melhor dia da minha vida.Ela estava muito suada e cançada.Depois ela sentou no sofá e deu uma olhada na buceta,colocou a mão,e viu que estava toda gozada.

Ela chegou em mim,me segurou em meu pau,me deu um beijo de lingua bem demorado, e disse no meu ouvido que aquele presente foi o melhor que ela tinha ganhado.

Eu tinha que contar essa histíoria pra alguém,por isso entrei nesse site.Depois de um tempo,eu ainda comi o cunzinho dela várias vezes,e estou em uma nova missão.Comer a bucetinha dela antes de todos!







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos tudo enfiado no cuvideo de cunhadoxcunhadaContos mulher coloca silicone e vira putacontos eroticos gay com menininhos infanciaasexo oral entre lesbicas pornodoidimetendo na irmã dormindo boa f***contos de sexo de professoraContos minha doce sobrinha melconto provoquei meu filhocontos eroticos arrombando a gordaEncoxada no trem contos eróticomeu marido viu os amigos dele me comerem contosconto erotico gay chupando tio bebadoconto erotico esposa chora trai maridocontos gay padrasto cuidou de mimcontos eróticos meu primeiro apartamento hentai peitao fui estuprada por mendigocontos esposa evangélica e cunhadaA rainha que dava a bunda para os strapon http://okinawa-ufa.ru/conto_1767_putinha-desde-novinha---esfolada-e-sacaneada-por-h.htmlconto erotico.sou madura e surubatirei as pregas do heterofilho fudendo sua mãe na freeti de seu paiAcordei com o pau dentro da minha bucetacontos erotico. virando gay a força dividi minha mulher com outro comto eroticoai meu cu ta doendo rregassa ele amopornumulhe cazadachantageei minha mae contocontoseroticos comeu a namorada de calcinha fio dentalcontos cheirando pezinho de travecofoto dabundona da tiaContos erotico marido corno bebedor de porraContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadavideo porno ai tio ta doendo meu cuzinhovelha da buceta grande contosContos implando porra na bocaminha tia me pegou cheirando as meia dela conto eroticoEperiencia zoofilia beijo babadoconto carona fiquei cu arebentadoContos eróticos assaltomeu dono coroa contoscontos eróticos coloquei um shortinho para provocar meu paicontos traição no baileconto de estrupando a velhacontos eróticos punheta para afilhadacontos torei uma menina de dez aninhos filha da amiga da minha esposaconto erotico fui no pagode e comi um travestiesposa puta do meu tio corno contocontos eroticos domia ele cospi nu meu cuconto erotico gay engoli porraContos eroticos esposa mae fodendo na frente do maridoConto erotico incesto colobuceta carnuda comtos de sexo lesbicasConto Erótico Real - Casada Infelizporno adivogada trepa com crierihomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelaCONTOS EROTICOS PROVADORVídeo lendo contos com vibrador na bucetaeu e meus irmãos e meu pai contos eróticosconto eróticos comi minha prima mae solteira carentecontos no cuzinho da crentecrente usando calcinha furadarelatos de cornos meu tio Rui comeu minha espisacontos eróticos pequenos maemadrasta pegou enteado vendo filme porno e aliviouchaves jupano a bucefa da chiquinhacontos eroticos brechei minha madrastacontos eroticos foderam minha mulhercontos gay eu minha esposa e meu sogrocache:tXQsCO7--xcJ:okinawa-ufa.ru/conto_23011_22cm-na-mamae.html Contos eronticos imfermeira domina o doentecontos eróticos Meu marido gosta de mim ver seduzindo outros homensa massagista negao contosfrutapornovelhacontos erotlcos de mas com bundas volumosas fofinhasfodas de esposas q gostam de ser curradascontos eroticos incesto a neném do papaicontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequesrapidinha com o genro contos eroticosconto erotico de travesti cagandogarota da buceta grande cetado nado negãoconto porno rola grandenegão comendo uma mulher tão Branca tão Branca dobrada fazendo sexo