Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PREFERIA QUE NÃO TIVESSE ACONTECIDO!

Conto de uma amiga



Voltávamos da noitada eu e meu gatinho. Como sempre acontece, nosso labrador nos acompanhou desde o portão da garagem até a porta de casa. Entramos em casa e nosso cãozinho entrou junto com a gente, pois ele dormia dentro de casa. Sentamos no sofá para conversar um pouco, animados por causa das bebedinhas que tomamos na boate resolvemos alongar um pouco a noite. Eu estava muito animada naquele dia. Durante a conversa fomos nos aproximando. Papo vai, papo vem, fiquei com uma vontade enorme de dar um belo trato em meu maridinho.



Coloquei a mão por cima de sua calça e percebi quanto ele queria aquele agrado. O pau estava pulsando, precisando da minha atenção. Sem demora enfiei ele inteiro na boca. Ajoelhada, em cima do sofá, ao lado do meu gatinho chupei com vontade. Mas a posição estava muito ruim, minha perna começou a doer. Passei para o chão. Fiquei ajoelhada no chão e meu homem sentadinho no sofá com a perna bem aberta. Pronto para receber meu rosto entre suas pernas para um belo tratamento. E assim fiz. Voltei à brincadeira que havia interrompido.



Distraída com os cuidados dedicados a meu amorzinho não percebi quando Rex, nosso labrador, aproximou-se de nás. Talvez estivesse atraído pelo cheiro que saía de mim. Eu estava com a bundinha pro alto. Minha bundinha é redonda e firme, nem grande, nem pequena. Quem vê quer experimentar. Parece que com Rex também não foi diferente.



O cachorro chegou pertinho e arfava perto da minha bucetinha, cheirava, lambia com força e empurrava o focinho contra minha xota. Eu não tinha tirado minha calça ainda, por este motivo não resisti e permiti aquela aproximação.



Perceber o cachorro interessado em mim excitou-me bastante. Passado algum tempo comecei a gostar daquela situação. De olhos bem fechados chupava meu marido. Surgiu em mim o receio de que meu gato não gostasse daquilo, mas resolvi. Se alguém fosse afastar o cão este alguém seria ele. Eu não queria mais afastar o cão então eu fingia que nada estava acontecendo.



Abri um dos olhos para ver a reação de meu amorzinho. Pra minha surpresa ele observava atentamente a atuação de Rex. Oque me deixou mais relaxada.



O cachorro ficava cada vez mais assanhado. Começou a agir mais violentamente. Neste momento ele resolveu me montar. Montou velozmente. Dava umas estocadas velozes. O pau duro batia na minha coxa, na minha bunda, na xoxota. Gostava daquilo, mas na hora me bateu uma vergonha. Senti muita vergonha e tive medo do que meu marido iria pensar. Então empurrei o cachorro pra longe. Queria deixar, mas não sabia o que meu gato pensava do assunto.



Adílio, meu marido, falou: "Deixa ele. Você tá de calça. Não vai te sujar."



As frases me deram um tesão. Voltei para minha posição e o cachorro montou de novo. Dessa vez o dog estava com mais vontade. Ótima posição, sensações maravilhosas percorriam meu corpo, mas nunca gozaria naquela posição. Agora aquele pau enorme batia com maior frequência sobre minha bucetinha. Falei: "Gato, quero gozar. Assim não vou conseguir."



Ele retroucou: "Estou adorando a cena. Abaixa a calça, mas não tira a calcinha."



Ouvi justamente o que queria ouvir. Ainda de joelhos abri a calça e a desci até o joelho. Realmente era melhor. A calcinha não mostrava a mesma resistência da calça. O tecido era mais macio, pude sentir melhor aquele pau. Parecia que o pau entraria a qualquer momento. Estimulava a minha buceta. Não acreditava que um cachorro iria me fazer gozar. O mais surpreendente era tirar prazer de uma coisa tão nojenta. Eu estava louca de tesão. Queria muito aquela pica dentro de mim e aquela altura logo eu gozaria.



Como Adílio encontrava-se de olhos fechados concentrando-se em seu práprio gozo resolvi pensar no meu. De olhos abertos eu vigiei para ver se ele abria os olhos. Não abriu. Então levei minha mão para trás e puxei para o lado a parte da calcinha que cobria minha xoxota. Deste jeito facilitei o acesso a minha bucetinha. O cachorro desceu, me lambeu um pouco e montou-me novamente. Eu estava tão molhada, tinha certeza que ele não teria dificuldade em acertar o buraco. Eu estava certa.



Me acertou com tanta violência e me comia com vigor. Muita violência, eu balançava tanto que tive que parar a chupada. Meu marido olhou e percebeu oque estava acontecendo. Adílio saiu debaixo de mim, sentou-se no braço do sofá e ficou me olhando. Rosto afundado no sofá com a bundinha pro alto e o cão balançando dentro de mim. Nunca senti tesão daquele. Adílio me olhava doido e se masturbava. Avisei a ele, "Amor vou gozar". Comecei a me masturbar para gozar antes que o cachorro parasse de fuder.



Meu marido chegou perto de mim com o pau na mão e gozou na minha cara. Logo depois eu gozei e o cachorrinho também.



Gozei, o cão continuava grudado em mim por causa daquela bola no piru dele. Depois do orgasmo fui invadida por uma sobriedade e aquele loucura toda me pareceu tão estranha. Me bateu uma vergonha. Queria que aquilo acabasse logo para eu poder esquecer todo o ocorrido. Não queria ter feito aquilo. Se pudesse voltar no tempo evitava aquela situação. A relação marido-mulher ficou abalada. Meu Adílio já não me respeita como antes.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Novinha enlouqueçeu os pedreiroscontos de esposas putascontos pornôs gangbang madrasta obriga enteadacontos eroticos sogro esogra doentecontos de coroa com novinhoconto - ela chupou a pica para pagar dividaeu comfesso do o cu pro meu patraoconto porno depravei minha tiasogra pegou eu no fraga batendo polheta e depois trazamosconto eroticos rolas na beceta das mulheres taradaContos esposa e filha amigospuzeram esposa dar pra todosconto eroticos comi minha tia com a calcinha na mãoconto erotico insesto entiada sentada no colo do padrastrocontos.eroticos de alguem tomando injecao pornocomtos arrobadanovos contos eroticos incesto tio orgamos23cm e um czino virgemcontos coroa baiana levando gozada na bocapau etrano de maujeito nu cu porno com muitadorcontos gay meu pai e meu irmão me comeram a forçadei mole pro meu filho contoContos eroticos selvagem com meu amigovisinhacasadaporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedocontos eroticos da minha esposa na praiaminhas esposa resolveu raspar a buceta contoscoroa dona de banca em teresina dando bucetaconto teens de pau duro no calcao de futebol para a primahomem interra tudo na buceta inxada da sua cadelaminha cunhada gordinha m******contos de sexo falando que cagoupornô grátis boa f***.com só contos sogra comendo genroconto erotico gay bebadocontos eroticos de mulher com travestigordo do apartamento conto eroticoconto erotico gay bebadoMulher que gosta de ser curradasnovinho sentando no colo conto eróticocontos eroticos cheirando calcinhaNegao pausudo botando corno chupar cu da mulher enquato fodecontos eroticos de coros dando o cuzinho para o filho arrombaVIDEO SEXO FREIRAS PADRES MADRES SESSENTONASLoirinha novinha chantageada conto eroticoContos Eróticos De. Comendo A Minha Vizinha CoroaBoquinhacontosolha o pezinho dela todo gozadinhoxvidio transas arrecei casadosconto erotico esposa nua se exibindoContos fudendo o gordinho afeminadominha cunhada quis que eu a visse nuaconto erotico no sAcolãocontos meu marido da pica pequenasexo com a namorada do meu filho anal e ela gritaContos eroticos eu e minha esposa fudemos com o nosso sobrinho gayfudendo a comadre em sua casaconto erotico chupada pelos meninosConto meti 29cm.de pau no cu da mamaeviolentaram minha sogra contoscontos eroticos calcinha pequena meu marido dormindo meu sobrinhoo dia que o velho fudeu meu cu contos eróticosconto erotico mamei num seio com leitecontos eroticos de travesti avantajadas taradas por bunda de viadinho.Contos esposa e filha amigoscontos eroticos congresso medicoporno bundas muitissimo leve ou seja molecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepunheten o rabo da minha esposamae crente do amigo contos eroticoscontos eroticos pequei meu pai cheirando minhas calcinhasfrutaporno adoro chupa um cuflaguei a veterinaria - conto eroticonovinha inocente chorando com dote da travesticontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado deleconto sobrinho mamar na tiacontos porno mãe biquínicontos eroticos dei pro meu inquilinocontos baixinha casadafiscal conto gayconto erotico amigo fudeu minha mulherfui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhofala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristatirou as pregas dela contoscontos: viciei a negrinha a dar o cuzinhocontos eróticos fui corno no churrascoconto incesto minhas irmãs gritaram no meu pauminha sogra me deucontos mia nora tevi a buceta arobada na rolona do amigo do meu finhorelatos de cornos meu tio Rui comeu minha espisacontos marido cornopenis torture alargando a uretracontos eróticos de mae e filha usando vibradorcontos eroticos so no cuzinhos das meninasContos mae anda nua na frente de amigos do marido e filhos