Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOGRA DIABÉTICA E CEGA TAMBEM FODE!!!

SOGRA DIABÉTICA E CEGA TAMBEM FODE !!!



O que vou narrar agora é verídico e eu nunca pode imaginar que aconteceria comigo, dada as circunstancias do acontecimento.

Sou casado, tenho 30 anos e moro em uma cidade que fica a 50 km de Goiânia, e meus sogros moram em Goiânia. Minha sogra tem 52 anos, é diabética e em função desta doença ficou cega há quatro anos, alias quando conheci minha esposa ela já era cega.

Tudo começou quando tirei férias e meu sogro me pediu um favor para que eu fizesse companhia a minha sogra, pois ele tinha um congresso em São Paulo e iria ficar quatro dias fora e não tinha ninguém que confiasse para fazer companhia a minha sogra. Minha esposa trabalha e também me pediu para que ele fosse a Goiânia para cumprir tal missão.

Fui meio contrariado, pois estava perdendo quatro dias de férias. Cheguei em Goiânia por volta das 7 horas da manhã e meu sogro já me esperava no seu apartamento. Depois de passar as rotinas da casa e dos remédios e horários que eu tinha que ministrar a minha sogra (Dona Sara), me falou que Dona Sara acostumava a acordar entre 9 e 19 horas da manha. Fui acompanhá-lo até a garagem do prédio e subi para executar minha missão.

Tinha uma regra muito clara no apartamento, todo o lugar que Dona Sara entrava, ela não trancava a porta, pois se acontecesse alguma coisa a ela seria fácil acudida.Fui verificar se Dona Sara já tinha acordado e ao abrir a porta do seu quarto começou a minha surpresa, Dona Sara estava com uma camisola curtinha sem calcinha e dormindo de pernas abertas, com sua buceta a mostra, pensei em fechar a porta por causa da claridade, mais ai pensei ela é cega, não claridade, então acendi a luz e pude ver o que eu nunca até então tinha tido enteresse, o corpo da minha sogra. Ela tem uma buceta peluda e grande, daquelas compridas, eu tremia sá de ver, sai do quarto e bati uma longa punheta.

Quando Dona Sara acordou (agora já vestida) veio até a sala me cumprimentou e fomos tomar os remédios e o café, porem aquela imagem não me saia da cabeça, enquanto conversávamos tirei meu cacete para fora e comecei a punheta-lo na sua frente, a sensação era incrível, pois eu estava batendo uma punheta a menos de 1 metro da cara da minha sogra, neste dia bati varias punhetas na frente dela, o meu tesão não acabava, acho que pelo fato do proibido me dava mais tesão ainda o final da tarde e eu já estava pelado pelo apartamento, quando Dona Sara me falou para ajudá-la a separar a roupa dela para tomar banho, o que fiz prontamente e de sacanagem separei uma saia curta uma blusa transparente e perguntei a ela onde ela guardava as roupas intimas, ela me disse que estava na primeira gaveta da cômoda, porem ela mesma as pegaria.

Quando ela foi para o banho abri a porta do banheiro e vi Dona Sara nuazinha, vi cada passo do banho, ela lavando os seios, a bunda, a sua buceta, e morri de tesão quando ela começou a se masturbar em baixo do chuveiro.

Preparei a janta, dei-lhe os remédios e servi seu prato, totalmente nu ao seu lado, comecei a me punnhetar de novo e gozei, logo apás peguei a porra que ficou na minha mão e pinguei em seu prato, me deliciava vê-la comendo minha porra sem saber.

Fiquei intrigado o porque ela não me deixou pegar suas roupas intimas, então fui à gaveta da cômoda e descobri o porque; no fundo da gaveta havia um vibrador duplo, daqueles de dupla penetração, voltei para a sala onde ela se encontrava e perguntei-lhe: a senhora não me deixou pegar suas roupas intimas por causas disto? Ela me respondeu, disto o que? Então coloquei o vibrador em suas mãos, ao apertá-lo ela ficou vermelha, e me respondeu: eu sou cega, mas não estou morta!!!, ai perguntei : e o meu sogro ? Não dá mais no coro? Ela respondeu que a relação deles havia esfriado muito desde que ela se recusou a satisfazer uma fantasia dele que era me ver fodendo com outro homem.Perguntei já com o meu pau duro como uma pedra: e porque a senhora não quer foder com outro? Não é pior ficar sá com o vibrador em vez de ter uma cacete de verdade para foder? Meu genro eu sou cega como vou arranjar alguém para trepar comigo? Ai peguei sua mão e coloquei-a no meu cacete, ela assustou mais instintivamente colocou na boca e me fez uma chupeta gostosa, daí para frente forma três dias fodendo a minha sogra sem parar, ela estava com um atraso, que queria uma cacete a toda hora.Fodi sua buceta seu rabo e tudo o que eu tinha e não tinha direito.

O melhor de tudo é que a convenci a continuar a fodendo comigo na presença do meu sogro, que adora vê-la fodendo comigo.

A minha histária é verídica e não para por ai. Logo nos encontraremos de novo.



Alberto Santos

[email protected]

Mandem-me Contos e fotos de Incesto pelo meu e-mail

Obrigado

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gays com gesseirosContoseroticosdevirgemsPeguei minha esposa dando o cuzinho pra 2 compadres nossos contos e relatos eroticoscontos de incesto pequeninaFotos incesto espiando pai e mana familiConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do PrazerConto de puta estuprada pelos mendigosconto erotico cunha gostosaenteada contoscontos eroticos minha mulher com caralhudoContos eróticos: pau gigante no cuzinho bem novinhoconto de sogra dando a b***** para genro safadozoofilia filhotes bricando com a buceta da donacontos eroticos gays romance primocontos casada pegando carona no caminhaoconto eróticos de exibicionistaFiquei bebada e dei ocucontos eroticos gays eu minha irmã e meu cunhadocasal bi dando junto contoamiguinhocontoscontos eroticos meu priminho gordinhoContos eroticos gang bangcontos eróticos vendadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefamílias interinhas peladas na praia de nudismocontos eroticos gratis estupro chantagem submissão coroas casadascontos eroticos gay nao aguentei e deicontos er sogrosexo e esganaçaoContos o casado foi enrabadopai acorda filha com chupadapornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadasContos fudendo cm velho gordoconto erótico a coroa tem um bucetao que deixa marca no shortinhoo filho da puta dormiu e me gastaram toda pornô contosque bucetao da neguinha novinha baba di meu filho contoscontos eroticos gay o pastor eo menesposa puta do meu tio corno contocontos eroticos incsetos pais e g filhos transamna lua de mel contos eroticoxxvideos porno ci ru filo etupa a mae no crato bazileloesposa puta do meu tio corno contocomi minha prima contos eroticoscontos eroticos de pau gigante arregassando bucetaconto mamando vizinho casadoconto transando com pau grandeFilinha chupa pau do papaiaconto praia nudismo familiacomi o padrePorn contos eroticos passando feriias na casa da amiga vvidos de muler co casoro. fudemoRecém casadas traindo em contoscontos eróticos incesto férias com mamãeeu sou empresário eu sou dono da minha própria empresa minha sobrinha veio trabalhar na minha empresa eu conversando com ela dentro da minha sala eu perguntei pra ela minha sobrinha você e virgem da sua buceta ela disse pra mim eu sou virgem da minha buceta tio eu disse pra ela minha sobrinha eu vou fazer um proposta pra você se você querer você diz pra mim que você que se você não querer eu não toco mais nesse assunto eu disse pra ela minha sobrinha eu vou pagar sua faculdade pra você eu vou comprar seu anel de formatura pra você perder sua virgindade da sua buceta comigo minha sobrinha disse pra mim tio eu vou pensar pra eu dar minha resposta pra você a noite minha sobrinha me ligou ela disse pra mim tio eu quero perder minha virgindade da minha buceta com você no outro dia eu levei ela pro motel conto eróticoporno guardete teresina na rolaConto erótico a dona da lanchoneteVou come ela conto pornocontos eróticos perdendo a vigidade com meu sogroconto erotico putinha desde novinhao que acontece se ficar com penis infiando 30hora parado dentro da bucetaEsposa linda e gostosa buntuda nuaesposa puta do meu tio corno contoUfa de vídeo caseiro chupando a rola do namorado dentro do carrorelatos hetero casado que deu o cuContos pornos de incesto-fodi minha mulher e nossa filha juntasvi minha tia nua contosEu e meu irmao em uma viagem de feriado eu e ele fomos pro hotel eu e meu irmao na cama do hotel eu chupei o pau do meu irmao ele chupou minha buceta meu irmao fudeu minha buceta conto eroticoContos eroticos ana paula conto erorico com gemeçao crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemete tudopapai contosconto- indo pro trabalho sem calcinha e com um plugconto de tio e mocase comendo no carrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentexvideo comendo sogra gostosar e xasadar